O Exame Nacional de Biologia e Geologia é um exame bastante complicado pois tem muitas escolhas múltiplas traiçoeiras. Conheça o exame de biologia e geologia.

Para ver os exames dos anos passados é só aceder ao seguinte link:

http://www.exames.org/index.php?option=com_docman&task=cat_view&gid=134&Itemid=29

O Ministério da Educação rejeitou hoje a existência de “qualquer erro” no exame nacional da segunda fase de Biologia e Geologia, depois de consultados especialistas sem intervenção na elaboração da prova.

A Associação de Professores de Biologia e Geologia (APPBG) considerou, num parecer sobre a prova, que o grupo IV, item 7, suscita “muitas dúvidas científicas”.

Depois, num aditamento ao parecer, a APPBG afirma que “após alguns contactos académicos” concluiu “não existir sustentação científica para a resolução proposta pelo Gabinete de Avaliação Educacional (GAVE)” para aquela questão.

Por isso, considera “mais justo a anulação do referido item”.

Mas o Ministério da Educação tem uma leitura diferente, depois de consultados especialistas que integram a equipa de auditores científicos da prova e outros especialistas que não intervieram no processo de elaboração dos exames.

“Foi unanimemente reiterada a inexistência de qualquer erro na proposta de classificação presente nos critérios específicos de classificação”, afirma o director do GAVE, Hélder Diniz de Sousa, numa resposta enviada à agência Lusa.

Realizaram a prova de Biologia e Geologia na segunda fase, na sexta-feira passada, 25.202 alunos, tendo faltado mais de nove mil estudantes.

Globalmente, a associação considerou a prova “bem construída, equilibrada e contextualizada com o programa da disciplina”.

Na primeira fase, este exame foi um dos cinco que registou uma média abaixo dos dez valores (9,6), sendo que um em cada dez alunos chumbaram à disciplina.